quinta-feira, 23 de abril de 2009

Preconceito já era...será?

Ebony and Ivory by Paul McCartney Trabalhei a música "Ebony and Ivory" com meus alunos, e como o feedback foi muito bom,resolvi compartilhar com vocês. A música trata do preconceito racial,dizendo que o ébano e o marfim vivem juntos no piano em perfeita harmonia, já nós, seres humanos, "racionais pensantes"(perdoem a redundância) até hoje não superamos esse sentimento tão triste e mesquinho, estando tão longe da harmonia que Deus sonhou para nós. Temos que entender que cada um tem seu espaço, sua beleza. Ninguém é melhor ou pior.Somos todos somente diferentes. Depois de trabalhar listening, vocabulary, speaking, pedi aos alunos uma ilustração e uma resenha sobre a música. Também fizemos um debate sobre o assunto, onde tivemos a oportunidade de refletir melhor sobre o tema, expondo pontos de vista e sugerindo ações que contribuiriam para o fim desse mal. Abaixo seguem duas ilustrações da música, bem como o vídeo, para quem interessar-se pelo assunto.Let's enjoy it! Ilustrações de minha aluna Aline Fidêncio Ilustrações de minha aluna Jéssica Zuppelari O vídeo é lindo. Vale a pena conferir.
video
E a você que conhece ou não o meu trabalho,que me acompanha sempre ou passou aqui por acaso, deixo todo meu carinho. Obrigada pelos comentários, pelas dicas, presentinhos e selinhos. Vocês são demais! Beijocas... "Cristina Castanheira"

8 comentários:

  1. Passei para desejar um bom dia!
    A música e mensagem são lindas!
    Deus é maravilhoso e sua criação perfeita.
    bjs
    Joelma

    ResponderExcluir
  2. Muito bonito o seu texto e com a musica então está demais.
    Tenha um optimo fim de semana
    Beijus

    ResponderExcluir
  3. Adorei a escolha de música, assim como o tema....arrasou! :)

    Take care!
    Fabi

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Foi muito bom conhecer seu blog.
    Visite me tambémmm...beijos, bom domingo!

    ResponderExcluir
  5. Oi Cris
    Eu uso um programa muito fácil (e em português ehehe sou péssima no inglês)...o Photo Scape...achei ele em uma comunidade do orkut...lá tem o link para baixá-lo e um monte de dicas dos membros da comunidade.

    ResponderExcluir
  6. Muito lindo! Gostei também como você aborda os assuntos para uma aula mais interessante.
    Encontrei seu blog numa busca no google imagens. Dei uma olhada e guardei o link.
    Voltei a ele, e realmente é muito proveitoso e dinâmico. Sou professora também, e trabalho com alunos de várias idades.
    Seu site é inspirador!!! Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Parabens pelo seu tema de grande qualidade e pelo portal que esta bem alegre e com grande conteudo.
    Venho pedir permiçao a sua pessoa para deixar um tema sobre preconceito,

    E com tristeza que infelizmente ainda existam pessoas que não querem vem a paz entre o povo judeu e árabe.

    E que um trabalho de paz entre os dois povos e as crianças que não tem haver com os acontecimentos atuais e políticos.

    Dr. Anthony Mohammad uma pessoa límpida e transparente vem sofrendo acusações e calunias sem provas apenas por um motivo!

    Querer a paz entre os povos judeus e árabes, mas não e só isso o trabalho de paz, e reconhecido religiosamente e internacionalmente como tal isso prova em qualquer documento e órgãos , infelizmente o ser humano possui algo que deveria ser destruído em si ,

    A palavra que nos mostrou biblicamente o primeiro assassino da humanidade ( CAIM ), a inveja , este que e um sentimento que faz mortes e guerras.

    Os títulos recebidos por seu trabalho de órgãos renomados e registrados em cartório ou seja existe , não são o ponto de inicio a Dr. Anthony Mohammad , sempre uma pessoa humilde que tem seu trabalho com as comunidades carentes da região da zona leste.

    Algumas frases relatando o grande sentimento que move algumas pessoas que sem culpa não teve muito aprofundamento em assuntos islâmicos ou judaicos e que um cidadão e nomeado e batizado com nomes, sendo e representado como em qualquer outra religião.

    Se minha Teoria da Relatividade estiver correta, a Alemanha dirá que sou alemão e a França me declarará um cidadão do mundo. Mas, se não estiver, a França dirá que sou alemão e os alemães dirão que sou judeu.

    Albert Einstein

    A pessoas Jogando questão racial contra outros povos justamente para destruir um trabalho ecumênico , e social para com as religiões e com os povoschamada estereótipo. Exemplos: "todos os alemães são prepotentes", "todos os norte-americanos são arrogantes", "todos os ingleses são frios". Observar características comuns a grupos são consideradas preconceituosas quando entrarem para o campo da agressividade ou da discriminação, caso contrário reparar em características sociais, culturais ou mesmo de ordem física por si só não representam preconceito, elas podem estar denotando apenas costumes, modos de determinados grupos ou mesmo a aparencia de povos de determinadas regiões, pura e simplesmente como forma ilustrativa ou educativa.

    A nacionalidade de uma pessoa sua cor , raça ou religião não e fato nenhum de humilhação ou perseguição , por que um árabe não pode conversar com um irmão negro? Por que um judeu não pode conversar com irmão árabe?

    Por que um Árabe não pode ser judeu ou um judeu ser muçulmano ? por que não podem trocar palavras de paz e ser humildes entre si?

    Por isso que as calunias apenas inflamam estes preconceitos entre raças e etnias.


    BASTA JÁ PRECONCEITO RACIAL
    SEXUAL
    FISICO
    OU RELIGIOSO!

    Dr. Anthony Mohammad

    ResponderExcluir
  8. vcs falam do preconceito racial, mas esquecem que no passado todas as religiões cristãs(católicos e protestante), justificavam o racismo, dizendo: que um filho de Noé que foi amaldiçoado pelo pai foi para África, e todos seus descendentes serão servo dos servos... ??? um pastor disse que isso ainda perpetual em algumas igrejas evangélicas nos Estados Unidos, e até o pastor Marcos Feliciano citou trechos dessa maldição causando polêmica. Bom os homens mudam e as religiões tbm. Mas sei que muitos católicos e evangélicos ainda pensam dessa forma.

    ResponderExcluir

Hello, Welcome!
Thank you...